Cabanas infantis

Decoração com cabanas

Confira nesta dica do Portal WebReforma a tendência que transforma o quarto infantil num espaço bonito e cheio de criatividade

 

Sabe aquelas cabaninhas ou ocas de índios? Que criança nunca brincou de montar uma dessas em casa? Elas são lindas e estão super na moda e muitos pais já incluem na decoração do quartinho dos pequenos. Tendência no universo decorativo, as tendas de design elevam a brincadeira infantil e transformam os espaços.

 

 

Origem

As cabaninhas começaram a aparecer na decoração em especial com a popularização do método Montessori. Criado pela médica e educadora Maria Montessori, sugere que o ambiente infantil, no caso o quarto, também contribua com a criatividade e o aprendizado dos pequenos. A partir disso, põem-se em prática recursos adequados para ajudá-los a desenvolver suas características e habilidades ao máximo. Com esse propósito, são usados na ornamentação, principalmente, móveis baixos para as crianças alcançarem facilmente, sem ajuda dos adultos, e se sentirem mais independentes. E as tendas se encaixam nesse método, sendo um refúgio estiloso para brincar, descansar e aprender, na altura mais acessível possível aos baixinhos: o chão.

 

   

 

Objeto de desejo

Atualmente, elas se tornaram um “must-have” também em ambientes não montessorianos. Diversas lojas e designers do mundo inteiro embarcaram nesta moda, criando modelos diferenciados para todos os gostos. As peças podem ter formato de casinha, tenda de índio ou serem presas no teto, com estampas e tecidos exclusivos. Nenhum ambiente da casa fica de fora: elas são usadas no quarto, na brinquedoteca e até mesmo na sala de estar. Sem contar, que são perfeitas para as festas de pijamas da garotada!

 

   

 

A Julieta4Fun, empresa cadastrada no Portal WebReforma, disponibiliza lindas opções para compor qualquer ambiente para os pequenos. E tem mais! A parceria com o nosso Portal oferece 5% de desconto em todo site com cupom WebReforma. Digite o código WEBREF5%OFF no endereço http://www.julietaforfun.com.br e aproveite esta promoção.

 

   

   

 

Gostou e quer uma linda decoração? Acesse www.webreforma.com.br e encontre, além da loja Julieta4Fun, muitos profissionais qualificados e fornecedores de materiais de construção.

 

Fotos: Julieta for Fun

Cuidados ao usar ferramentas elétricas

O site AcheFerramentas indica 5 atitudes que devemos ter ao usar ferramentas elétricas

Elas facilitam muito a nossa vida no dia a dia, mas se não manuseadas corretamente, podem causar desastres e danos sérios à sua saúde. Siga as nossas dicas!

1 – Equipamentos de Proteção Individual (EPI): A utilização dos EPIs é essencial para um trabalho seguro, pois esses produtos são desenvolvidos especialmente para evitar acidentes mesmo em trabalhos não profissionais.

2 – Leia o manual de instruções: Parece até óbvio demais, mas tem muita gente que escolhe se aventurar e manusear uma ferramenta perigosa sem ler o manual. Os manuais contêm informações essenciais para o bom uso, procedimentos e conservação do produto.

3 – Nunca puxe a ferramenta pelo cabo: Todo mundo sabe que ferramentas elétricas não custam pouco. Pendurar uma ferramenta ou pegá-la pelo cabo pode causar descascamento dos fios e futuros acidentes elétricos!

4 – Escolha a ferramenta elétrica adequada: Furadeiras resolvem muitos dos pequenos problemas domésticos, mas se precisar fazer um trabalho mais específico, não hesite em usar uma ferramenta desenvolvida especialmente para tal tarefa.

5 – Evite o uso de roupas folgadas: Jamais use acessórios como, colares e pulseiras ou roupas folgadas, pois estas podem se enroscar em alguma ferramenta e causar graves acidentes.

 

Conheça mais do Ecommerce AcheFerramentas clicando aqui

Eles podem comer sua casa

De olho nos cupins

Se você notou um pozinho próximo aos móveis, acompanhado de resquícios de asas de insetos, é sinal que há cupim por perto. Eles se alimentam de celulose, destroem madeira, papel, papelão e até alguns tipos de tecidos, como o algodão. Pequenas, algumas espécies se deslocam facilmente em busca de abrigo e alimento, podendo infestar um imóvel inteiro. Por ter grande poder de destruição, os cupins estão entre as pragas que mais causam prejuízos em ambiente urbanos.


Eles se alimentam de celulose, destroem madeira, papel, papelão e até alguns tipos de tecidos

Os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março são os preferidos dos cupins. Quando a temperatura sobe, o bichinho se prolifera, comprometendo armários, forros e portas. Quanto antes tomar uma atitude para exterminá-lo, melhor.

     

Descupinização

A dedetização é um dos métodos mais eficazes para eliminar essa praga urbana. Em um imóvel de tamanho médio a dedetização custa em torno de R$ 800. O preço é combinado de acordo com a quantidade de produto usado. Os especialistas recomendam deixar os armários completamente livres, colocando objetos em locais que não dificultem o acesso para serem tratados. Além disso, todas as pessoas devem se afastar do ambiente durante três horas. Recém-nascidos, gestantes, pessoas alérgicas ou com problemas respiratórios devem evitar frequentar o espaço por 12 horas.

     
Quanto antes tomar uma atitude para exterminá-lo, melhor. A dedetização é um dos métodos mais eficazes para eliminar essa praga urbana.

Fotos: Reprodução

Métodos caseiros

Há formas mais baratas de contornar o problema. Opções em embalagens aerosol estão disponíveis no comércio. Os produtos são incolores e permitem na sequência outro tratamento na madeira, como a aplicação de verniz, cera ou tinta.

A utilização do ácido bórico para a descupinização é outra alternativa bastante comum e eficaz. Colocar lubrificante WD-40 nos locais onde se encontram os cupins também poderá resultar na eliminação desta praga. Utilizar querosene com naftalina é mais uma opção, no entanto é importante destacar que se trata de um produto tóxico que requer alguns cuidados na sua utilização. Por isso, o melhor é contratar um profissional especializado.

Essa é mais uma dica WebReforma para deixar sua casa livre de infestações.

Acesse nosso portal e encontre empresas e profissionais de Dedetização, Marcenaria e muito mais.

Enfeite suas paredes e de alegria para sua casa

Confira algumas dicas que você pode utilizar para decorar sua casa de forma descontraída e estilosa, sem gastar muito

 

Um ambiente bem decorado tem um charme todo especial. Ao longo dos anos, a decoração vêm ganhando novos estilos, que garantem espaços mais alegres, descontraídos e cheios de vida. E você pode transformar qualquer ambiente de sua casa apenas adicionando um pouco de criatividade em uma simples parede. E para isso, não precisa gastar muito.

A principal dica é deixar tudo mais colorido e soltar a imaginação usando materiais acessíveis! Com um pouco de tinta, estêncil, cola, papel, fotografias antigas, fios, fitas, entre outros itens, é possível transformar sua residência.

 

 

Uma das vantagens de utilizar artigos artesanais reciclados na decoração de sua casa é que você não vai precisar fazer uma reforma completa nas paredes, pois apenas terá que reorganizar alguns objetos. Isso pode ser feito com molduras de quadros velhas, que podem ser pintadas e penduradas nas paredes. Caso não tenha, existem diversos fornecedores com vários modelos para personalizar sua parede. Nessa mesma ideia, podem ser utilizados pratos de louça antigos, LPs que seu pai não ouve mais e até mesmo pranchetas, de forma criativa e muito prática.

 

 

Aquela parede simples e sem graça pode ficar melhor do que você imagina. Vários lápis de colorir enfileirados podem compor um belo painel para enfeitar sua sala. Use madeira e tinta para criar uma parede de ‘Ombre Chevron’. Se precisar de uma ajuda, temos pintores recomendados. Sabe aquele leque de cores que geralmente vai para o lixo? Você pode transformá-lo em decoração! Além de tudo isso, uma cabeceira diferente e elegante pode ser feita com fita isolante, que você pode encontrar em qualquer loja de material de construção.

 

      

 

Outra alternativa para deixar as paredes de sua casa mais modernas e criativas é o uso de adesivos de parede, que podem ser comprados em várias medidas, ou mesmo fabricados em casa com o uso de papel contact e moldes de seus desenhos preferidos. O mercado oferece hoje uma gama de adesivos decorativos em diversas cores, formatos e estampas – como de flores e de animais. Para o espaço da criançada, aposte nos adesivos de parede infantil, com os personagens que fazem parte do universo lúdico dos pequenos. Digite seu CEP em nosso Portal e encontre uma loja do setor de varejo da construção civil mais próxima de sua localidade.

   

 

Decorar sua casa não significa necessariamente fazer um alto investimento. De forma simples e barata, você consegue mudar o visual dos ambientes. Se precisar de ajuda especializada, conte com a experiência de designers de interiores e arquitetos cadastrados no nosso portal.

Essa foi uma dica do Portal WebReforma para deixar sua casa mais bonita e criativa. Inspire-se:

 

  

      

   

   

Fotos: Reprodução

Quer reformar ou construir? Acesse nosso Portal e encontre pintores, pedreiros, marceneiros, decoradores, engenheiros, entre outros profissionais recomendados da construção civil.

Chegou a hora de guardar os enfeites de Natal??!! Não se desespere…

As festas já passaram, o ano já começou e chegou a hora de recolher e guardar a decoração do Natal. Veja como organizar e guardar seus enfeites.

 

Durante o mês de dezembro, a Personal Organizer Claudia Petinelli apresentou aqui para o Portal WebReforma dicas e sugestões de como organizar e decorar sua casa para as festas de fim de ano.

Agora ela preparou para todos nós algumas sugestões de como guardar os enfeites para que estejam em perfeitas condições de uso e você não tenha uma surpresa desagradável quando for reutilizá-los no próximo ano. Confiram:

 

Antes da arrumação: verifique todos os enfeites e veja se tem algum danificado e que não possa mais ser utilizado para fazer o descarte imediato.

 

Organize por Tipo de Enfeite: Não misture bolinhas com laços, com guirlandas, etc. Se o mesmo tipo de enfeite não couber na mesma caixa, separe-os por cores e identifique as caixas, por exemplo: estrelas douradas, luzes, etc.

 

Bolinhas: Caso tenha comprado recentemente e ficou com as embalagens, use para guardar as bolinhas. Mas se não tiver as caixas originais, pode embalar em papel de seda para que não arranhem. Você pode ainda usar caixas de ovos (não esqueça de limpá-las antes), de Ferrero Rocher, copinhos plásticos – use cola quente para prender os copos no fundo de uma caixa, e até mesmo forrar uma caixa com festão.

  

Enfeites Variados: Enfeites do presépio, anjinhos, bonecos de neve, etc. podem ser embalados com papel de seda. Tome o cuidado de colocar as peças mais pesadas no fundo da caixa e as mais leves por cima. Correntinhas podem ser enroladas em cabides, para evitar que enozem.

 

 

Guirlandas: As guirlandas merecem caixas individuais, sem nenhum outro enfeite por cima para não amassá-las. Caixas para bolo ou pizza são excelentes para guardá-las. Se tiver laços, você pode fazer “almofadinhas” com plástico bolha ou papel de seda e colocar dentro deles, isso ajudará a manter o formato original.

 

  

 

Luzinhas: Podem ser guardadas em saquinhos tipo zip, colocadas ao redor de papelão ou de um cabide para evitar que se enrolem.

  

Velas: Para ficar bem protegidas o ideal é enrolar em papel de seda, ou papel toalhas e depois colocá-las dentro do próprio rolinho do papel.

 

 

Etiquetas: Identifique as caixas com etiquetas para ficar fácil saber o que cada uma contém.

Guarde as caixas em local seco. Se for possível, adicione alguns saquinhos de sílica gel dentro de cada caixa, para ajudar a absorver a umidade.

 

Agora você já viu dicas para proteger e conservar seus lindos enfeites até o próximo Natal mas…, e se você não quiser guardar as luzinhas e preferir utilizar na decoração da casa???? É claro que pode!!! Elas são lindas e podem ser usadas durante todo o ano!!! Vamos ver algumas ideias?

 

Em vidros ou garrafas …

 

Na sala …

  

 

No quarto …

  

 

No dormitório do bebê …

Fotos: Reprodução

 

O meu desejo para vocês é que 2016 seja um ano repleto de amor, alegrias, humildade, amizade, união e paz!

Claudia Petinelli

Instagram @claudiapetinelli

Facebook Claudia Petinelli

Conheça essa nova tendência da decoração

Esqueça a furadeira, quadros e espelhos encostados são tendência na decoração

 

Sabe aquele quadro que está guardado porque ninguém tem tempo para colocar um parafuso na parede?

A tendência agora é encostar os quadros e espelhos em alguma superfície da casa. Deixá-los desta forma pode deixar o ambiente mais descolado, despretensioso e charmoso. Portanto, esqueça buchinhas, parafusos e furadeira.

 

 

Versátil, a proposta vem sendo bastante disseminada nas mostras de decoração e em ambientes modernos. Com certeza uma opção perfeita para quem mora em imóvel alugado ou gosta de alterar a decoração frequentemente, já que não precisa mais danificar sua parede e se enjoar da decoração, é só trocar ou mudar a posição deles.

Gostou da ideia? A sala de estar pode ser o local ideal para começar a aplicar esta tendência.

Os quadros e espelhos podem ser simplesmente encostados na parede, apoiados no chão ou em algum móvel (aparador, cômoda, sofá, cabeceira de cama, entre outros). Podem ser dispostos ainda agrupados, utilizando telas, figuras ou fotos emolduradas de diversos tamanhos e cores, um na frente do outro, sempre prestando atenção para a composição ficar harmônica. O mix de quadros e espelhos também é uma ideia bastante interessante. Por falar em espelhos, sabemos que eles proporcionam maior amplitude ao espaço e sabia que dispostos de forma inclinada essa sensação pode ser maximizada?

Quanto a possibilidade dos quadros e espelhos escorregarem, os maios preocupados podem tomar algumas medidas. Ao apoiá-los no chão ou móvel, fixe-os na parede, de modo que pareçam não estar presos. É só aplicar de forma discreta adesivos de silicone. É possível também apoiá-los em prateleiras mais estreitas, com uma elevação na frente, para evitar que deslizem.

Fique atento para, em vez de despojamento, a ideia remeter a bagunça e a falta de organização. Especialista recomendam coloca-los no chão, apoiados na parede, se forem telas ou molduras muito grandes, assim como o ambiente em que estiverem.

 

    

  

Fotos: Reprodução

Essa foi mais uma dica do Portal WebReforma para quem acompanha as tendências na decoração.

Acesse nosso Portal e encontre profissionais recomendados: arquitetos, designers de interiores, engenheiros, pedreiros, marceneiros, pintores, maridos de aluguel e muito mais!!

 

Vistoria de imóveis: CHECKLIST

O recebimento de um imóvel novo é um momento muito aguardado, porém, a ansiedade deve ser deixada de lado durante a vistoria com a construtora: é aqui o proprietário vai verificar o correto funcionamento de algumas instalações e apontar possíveis defeitos ou vícios de construção, para que sejam corrigidos em tempo hábil.

 

A Larissa Zarpelon, arquiteta e sócia da Z3 – uma empresa especializada em execução e gerenciamento de obras – reforça que a presença de um engenheiro civil de sua confiança no ato da vistoria é muito importante. Se algum defeito ou vício de construção for encontrado, ele vai emitir um laudo com Anotação de Responsabilidade Técnica (ART/ CREA) pela vistoria, a qual deverá ser encaminhada para a construtora.

 

 

É importante mencionar que alguns defeitos ou vícios de construção só podem ser percebidos a partir do momento em que o imóvel passa a ser habitado, como a impermeabilização do contrapiso das áreas molhadas ou a estabilidade da edificação, por exemplo. Para estes casos, existem as garantias previstas por lei, que se estendem de 3 meses até 5 anos após a entrega do imóvel.  Há garantias mesmo para alguns itens que são objeto da vistoria – porém, o melhor mesmo é realizar esta análise com o máximo de cuidado, em conjunto com o funcionário da construtora e um engenheiro, pois, nesta fase, ainda há funcionários da construtora mobilizada na obra e fica fácil corrigir vícios e reparar alguma instalação defeituosa.

A maioria das construtoras fornece uma lista dos itens a serem verificados, porém, algumas deixam de lado alguns aspectos importantes. Pensando nisso, A Larissa preparou para o Portal WebReforma um checklist para te ajudar a não deixar nenhum item de lado durante a vistoria.

Veja o que você precisará levar:

·         Trena

·         Nível

·         Balde

·         Bola de gude  – para conferir o caimento dos ambientes molhados

·         Cabo de vassoura  – para verificar a presença de revestimentos soltos (salto de sapato pode servir)

·         Etiquetas adesivas – para assinalar peças de revestimento soltas

·         Papel e caneta para anotações

·         Máquina fotográfica

 

Checklist para vistoria:

Geral

·         Conferir se dimensões dos ambientes, das portas e passagens estão de acordo com o projeto

·         Conferir se acabamentos, revestimentos, rodapés e itens personalizados foram entregues conforme o acordado entre comprador e construtora

Áreas molhadas

·         Verificar caimento correto do piso em direção aos ralos

·         Verificar se não há falhas, partes soltas ou trincadas nos rejuntes

Janelas

·         Abrir e fechar as janelas algumas vezes para conferir se há dificuldade na movimentação, ruídos, ou defeito no acionamento das persianas ou nas travas

·         Conferir alinhamento – as janelas devem fechar por completo, sem deixar frestas

·         Os vidros devem estar em perfeito estado, sem manchas ou riscos

·         Caixilharia: sem riscos, descascamentos, manchas ou partes amassadas

·         Verificar, ainda, se não há sinais de que a água escorreu pela parede, pois isso pode significar que a janela não é estanque

 

Portas

·         Funcionamento de maçanetas, trincas, travas e fechaduras

·         Conferir se não há partes lascadas, riscos ou manchas

·         Verificar se as portas não fecham sozinhas quando abertas

 

 

Instalações hidráulicas

·         Jogar balde de água nos ralos para ver se há boa vazão

·         Verificar funcionamento correto de todas as torneiras, misturadores e registros

·         Deixar as torneiras abertas por algum tempo e verificar se o escoamento é satisfatório e se há vazamento pelo sifão

·         Ao fechar as torneiras, verificar se não ficam pingando

·         Acionar a válvula de descarga dos vasos sanitários

·         Verificar se vasos sanitários e metais não possuem manchas, riscos, amassados ou trincas

 

Instalações elétricas

Normalmente, a energia elétrica ainda não foi ligada no momento da vistoria dos imóveis novos (é o proprietário quem deve pedir a ligação diretamente na concessionária), porém, há alguns itens que podem ser vistoriados:

·         Verificar se todos os acabamentos de elétrica estão devidamente instalados e se não há nenhuma peça faltante

·         Interruptores: verificar se as teclas são acionadas normalmente, sem estarem soltas ou rasparem umas nas outras.

·         Verificar se as tomadas 220V estão devidamente identificadas

 

Alvenaria/ forro

·         Verificar a presença de trincas. Algumas trincas são trincas da massa, outras, de origem estrutural. Um profissional de engenharia sabe distinguir entre elas.

·         Verificar irregularidades de prumo nas paredes e de nível nos forros

 

Mármores e granitos

·         Verificar presença de trincas e manchas

·         A bancada da cozinha também deve ter caimento em direção à pia ou estar nivelada. Verificar se não está desnivelada para o lado oposto à pia.

·         Verificar rejunte entre bancada e parede – havendo falta ou falhas, a água pode infiltrar por entre a pedra e a alvenaria

·         Verificar se bancadas estão bem fixadas

Contrapiso

·         Deve ter aspecto uniforme, perfeitamente nivelado, sem esfarelamento

·         Presença de porções de cimento, tinta ou massa corrida impregnados no contrapiso

Revestimentos cerâmicos/ porcelanatos/ pastilhas

·         Verificar peças soltas (barulho “oco” ao bater com um cabo de vassoura)

·         Conferir se não há falhas, partes soltas ou trincadas nos rejuntes

·         Apontar a presença de peças mal colocadas, com recortes mal feitos

·         Verificar se há diferença de cores ou manchas nas peças

Pintura (paredes, teto e portas)

·         Verificar a presença de manchas, bolhas ou irregularidades

·         A pintura deve estar limpa e ter aspecto uniforme, sem marcas de rolos ou pincéis

 

 

Além do imóvel em si, o proprietário deve conferir ainda as condições e dimensões de áreas comuns e também da(s) vaga(s) na garagem.

Durante a vistoria, anote tudo e assegure-se de manter uma cópia das anotações com você. Se alguma inconformidade for encontrada e mesmo assim optou-se por receber as chaves, as ressalvas devem constar no termo de aceite.

Levar um checklist no ato da vistoria deixa os proprietários mais tranquilos e menos sujeitos às pressões do momento, evitando,  ainda, transtornos e surpresas desagradáveis após a entregadas chaves.

 

Para imóveis usados, as considerações são praticamente as mesmas, exceto pelos itens que não possuem mais garantia e nem o vendedor tem responsabilidade sobre eles. No caso de imóveis usados, pode-se propor uma negociação de preços ao se constatar falhas, como rede elétrica problemática, hidráulica ou outro fator que pode ser considerado como desvalorizador do imóvel.

 

Essa foi mais uma dica da arquiteta Larissa Zarpelon no Portal WebReforma para os cuidados com seus imóveis.

Esse post é um oferecimento da Z3 Arquitetura e Gerenciamento

Vai viajar? Mantenha sua casa segura

Confira algumas dicas para deixar sua residência protegida e evitar surpresas desagradáveis ao retornar das férias

 

Com a chegado do fim do ano, a maioria das pessoas não pensa em outra coisa a não ser nas tão esperadas férias. Mas, antes de pegar a estrada, é necessário garantir a segurança da sua casa para não ter surpresas desagradáveis ao retornar.

 

 

Hoje em dia, contar com equipamentos e dispositivos que garantem a segurança da família não é apenas comodidade, mas, sim, uma prioridade. Sistemas de segurança eficazes ajudam a evitar que assaltantes invadam seu imóvel. Empresas do ramo oferecem diversas opções com preços variados, como alarmes antifurtos e sensores de presença, por exemplo. Esse último é um aparelho com ótima relação custo x benefício. Caso aconteça alguma movimentação no ambiente, o sensor é ativado e um alarme é disparado. Alguns kits de alarme mais modernos, que são compostos também por sensores, ligam para um número cadastrado quando a sirene é acionada e garantem a segurança mesmo à distância.

A utilização de câmeras filmadoras é outro recurso bastante comum. Para uma casa de tamanho médio, devem ser instaladas em torno de seis câmeras. Ao contratar um sistema de monitoramento, o morador, inclusive, pode acompanhar via internet toda a movimentação de sua residência.

 

 

No caso de contrato com empresas de segurança eletrônica, o proprietário do imóvel deve informar que estará longe de casa por alguns dias, solicitando uma atenção maior ao estabelecimento. Dependendo do acordo firmado, pode ser disponibilizado até relatórios diários sobre a segurança da residência enquanto o cliente estiver viajando.

 

Outros cuidados são essenciais para evitar que pessoas mal intencionadas percebam a ausência dos moradores e aproveitem para agir. Faça o cancelamento temporário da entrega de jornais e revistas em sua casa. Além disso, peça ajuda de um vizinho de confiança para recolher as correspondências. Quem mora em apartamento, deve informar ao síndico e aos porteiros que o imóvel estará vazio e que a atenção deve ser redobrada nesse período de ausência.

   

 

Fotos: Reprodução

Essa foi mais uma dica do Portal WebReforma para proteger sua casa, porque cuidados com a segurança nunca são demais.

 

Acesse nosso portal e encontre profissionais recomendados de diversas áreas, como Manutenção e Serviços, Alarmes, Segurança eletrônica, entre outros.

Natal muito especial, gastando muito pouco

Idéias de decoração para arrasar neste Natal e gastando pouco!

 

Criatividade, reaproveitamento e reciclagem são temas de destaque no Portal WebReforma e nessa publicação preparada especialmente pela Personal Organizer Claudia Petinelli, recomendada no Portal, ela destaca o que há de melhor para uma bela decoração de Natal. Confiram:

O Natal já está bem pertinho e vou apresentar para vocês ideias de decoração com materiais simples, baratos, fáceis de serem encontrados e que muitas vezes temos em nossa própria casa.

Adoro decoração de Natal: as cores, o brilho, as luzes … mas comprar enfeites pode pesar no bolso, ainda mais que há ainda a compra de presentes para família, lembrancinhas de amigo secreto, etc.

Por isso fiz uma seleção e trouxe uma dose de inspiração para vocês colocarem a mão na massa e arrasarem na decoração! Vamos lá?

 

Guirlanda: são o cartão de visitas e não podem faltar! Podem ser confeccionadas com os mais variados tipos de materiais:

1-     Botões: um charme!

 

2-     Copo descartável: o resultado fica lindíssimo !!!

3-     Jornal, panfletos, folders, revistas, etc.: olha que fofo que ficou!

 

4-     Lacinhos: é só ir amarrando as fitas em um arame. Muito fácil de fazer!

 

5-     Moldura de quadros ou porta-retratos: acrescente bolinhas, pinhas, laços e finalize a decoração!

 

6-     Prendedor de roupas: pinte-os, cole papel de presente, decore … use sua criatividade!

 

7-     Retalhos

 

8-     Rolhas: utilize uma base mais reforçada, como papelão para produzir a guirlanda.

 

Almofadas: sou louca para almofadas! Deixam o ambiente aconchegante, então porque não usá-las no Natal??? Já tinham pensado nisso??? Olhem que simples: um cinto preto, um laço ou uma fita e a decoração está pronta!

 

   

Eu tinha uma fita dourada e almofada vermelha, e foi o que usei pra fazer a minha decoração!

 

Materiais e utensílios que temos em casa: convido vocês a fazerem um tour por sua casa e ir olhando dentro dos armários, em cima dos móveis e descobrir as inúmeras possibilidades que podem ser aproveitadas na decoração. Sabe aqueles itens que você nem lembrava mais que tinha? Garanto que você vai encontrar coisas incríveis!

 

Refratários, recipientes de acrílico, bombonieres e baleiros, latinhas, bandejas, taças, copos: podem ser aproveitados para colocar bolinhas, pinhas e outros pequenos enfeites de Natal. Use e abuse desses utensílios! São mil e uma utilidades !!!

  

  

 

E o que falar das velas? Não precisa comprar velas novas, aproveite e as que já tem em casa. E só amarrar um laço ou uma fita e pronto!

    

   

 

E aí vai a última dica de hoje: lavabo é um ambiente que normalmente é esquecido, mas que também pode receber uma linda decoração! Pequenos detalhes fazem toda diferença.

Pegue bolinhas que tenham sobrado da decoração, coloque dentro de um vidro e disponha sobre a bancada da pia. Você também pode colocar velas, pinhas ou uma simples fita colorida ao redor do rolo de papel higiênico. Um charme!

  

  

Fotos: Reprodução

 

Espero que estas ideias e sugestões ajudem a despertar sua criatividade e que vocês arrasem na decoração!!!

 

Ah, mas e a Árvore de Natal??? Siiiiim, é claro que também vou falar dela, afinal, ela não pode faltar!!! Aguardem que semana que vem trarei mais dicas para vocês!!!

 

 

Claudia Petinelli